Fazer uma “limpa” no guarda-roupa é uma terapia, faça!

Fazer uma “limpa” no guarda-roupa é uma terapia, faça!

Após as 03 análises: proporção física, cores e estilo, é hora de fazer a tão temida limpa no guarda-roupa, ou, o verdadeiro momento desapego.

Para fazer esta triagem – que você pode fazer sozinha – duas dicas são imprescindíveis:
– ter tempo livre, uma boa limpa requer um tempo generoso;
– estar totalmente tomada pelo desapego.

Pronta? Vamos lá:

Prepare-se para uma experiência arqueológica: você vai descobrir peças que nem sabia que existia…

Retire todas as peças do armário, mas em partes para não ficar muita bagunça e separe por categorias para poder começar a triagem.

Vista todas as peças para saber como está o caimento, a qualidade, etc. Mas lembre-se, sempre tem aquelas peças que não precisa experimentar para você saber que ela precisa ir embora, certo? Otimize seu tempo.

Mãos à obra!

Quando você verificou que aquela peça não está em bom estado, não tem mais seu estilo ou não tem mais um bom caimento, você já sabe o que fazer, certo?

As peças do dia-a-dia que você não usou por mais de um ano, elimine do seu guarda-roupa, ela não te pertence mais e esta querendo pertencer a outra pessoa.

Roupa parada, energia estagnada! Faça a energia circular!

Aquela história de “quando eu tiver uma ocasião especial, vou usar” se a ocasião não se apresentou ainda, quando ela realmente existir, você pensa no assunto, talvez não esteja mais na moda, talvez seu corpo tenha mudado, portanto, esqueça.

O mesmo vale para: “quando eu voltar ao meu peso….” é altamente frustrante ter um armário repleto de roupas que por algum motivo não te servem, por isso, fique somente com aquilo que você vai usar efetivamente, somente com aquilo que te representa, que te valoriza, que faz seu estilo.

Acabou? Fez a triagem? Hora de organizar o armário para que todas as peças sejam realmente usadas na sua plenitude.

Tudo o que fica mais fácil de visualizar, fica mais fácil de usar por isso cada cabide é para uma peça de roupa.

Atenção: você não precisa comprar mais cabides, você precisa ter menos roupas!

Ainda falando do visual x uso: separe as roupas por cores, seguir a ordem do arco-iris pode ser já uma boa opção.

E as estampadas? Coloque sempre junto com a cor que mais prevalecer da estampa.

Quando tudo estiver visualmente ordenado, você verá a facilidade que terá para se arrumar ou para procurar algo, tudo se tornará mais simples, acredite!

Outro bônus de ter menos roupas: você fica muito mais criativa, aprende a compor looks diferentes com as mesmas peças, ou seja, até aqui, só vantagens!

Vamos tirar o velho, o que está sem uso e abrir espaço para o novo, deixar fluir energia, reciclar e recriar. A sensação de leveza depois desta reorganização é indescritível! Experimente e comprove!

Minhas clientes dizem ter a sensação de emagrecer depois desta “limpa”, tamanha a leveza da situação pós-triagem.

Já dizia o velho ditado: menos é mais! E agora, cada vez mais, seja pela crise econômica, seja pelo consumo consciente, seja por ambos, esta frase nunca esteve tão atual!

You May Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>