Celulite: a culpa é da genética?

O assunto de hoje dá muito o que falar entre as mulheres! Afinal, o que são e por que surgem as tão temidas celulites? O termo “celulite” é um nome popular que se refere à “Lipodistrofia Gonoide”, uma alteração estética no relevo cutâneo que surge em decorrência de uma série de fatores. Vamos falar um pouquinho deles para verificar onde podemos melhorar?

  • Hormônios: só de citar os hormônios, já dá para entender que esse é um dos fatores que justifica a maior incidência na pobre ala feminina, não é mesmo? Para começar, a mulher normalmente tem um depósito de tecido adiposo na região do quadril e das coxas muito maior que o homem. Além disso, o desequilíbrio nos níveis de estrogênio tem relação com o aparecimento da celulite e é por isso que muitos associam o uso de anticoncepcional ao seu surgimento em algumas mulheres. Para evitar esse desequilíbrio, alguns alimentos com fitoestrógenos, como a soja, podem exercer algum impacto positivo e auxiliar na estabilização hormonal.
  • Atividade física: é claaaaro que um corpinho ativo tem menos chances de ser “fisgado” pela celulite do que um corpinho sedentário! Quanto mais nos movimentamos, mais ativamos a circulação de todo o nosso corpo, evitando não só o aparecimento da celulite, como também prevenindo doenças vasculares, por exemplo. Exercício é tudo de bom!!
  • Funcionamento intestinal: aqui vai outro problema mais comum entre as mulheres, o tal do “intestino preso”. E quem achava que isso não poderia ter nenhuma relação com a celulite, está enganado! A obstipação leva ao acúmulo de toxinas no nosso corpo, o que predispõe ao surgimento da celulite. Para auxiliar no funcionamento intestinal, é importante uma alimentação rica em fibras, ingestão adequada de água e atividade física regular. Se você tem todos esses hábitos e ainda assim sofre de intestino preso, investigue as possíveis causas com o seu médico para solucionar o problema.
  • Alimentação: sempre parto do princípio de que tudo em excesso faz mal para o nosso corpo. Também falo muito que nada é bom e nada é ruim se olhado isoladamente, pois a alimentação saudável é caracterizada por todo um contexto que envolve qualidade e quantidade. Se sua dieta é muito rica em açúcar, sal ou gordura, você está pedindo para seu corpo te dar de presente alguns furinhos na pele! Quando a quantidade de qualquer um deles é excessiva, um dos prejudicados é justamente a nossa pele, por exemplo, com o surgimento da celulite. E não preciso nem falar dos riscos de saúde que são consideravelmente elevados com esses excessos, né? Sendo assim, vá com calma e não se entupa de doces, frituras e alimentos industrializados, como embutidos, enlatados e conservas.
  • Fator genético: finalizando com a pergunta do título, sim, a genética tem uma parcela da culpa! Se sua mãe, sua avó e suas tias têm muita celulite, talvez você tenha mais chances de ter, da mesma forma que, se sua família não tiver propensão, você poderá não ter também. Porém, como vimos, a Lipodistrofia Gonoide é um problema MULTIFATORIAL e não podemos por a culpa apenas na genética.

Portanto, do mesmo jeito que a celulite é causada por vários fatores, também pode ser corrigida por esses mesmos fatores, quando estes estão ligados ao estilo de vida e podem ser modificados. Sendo assim, anime-se! Faça modificações no seu estilo de vida e comece a apreciar os resultados. Sua celulite não te pertence!

FOTO: REPRODUÇÃO

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *